Drª Tânia Laboratório Médico

22-Janeiro-2020 Hora 07:02   Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

 

 

Doença misteriosa já deixou centenas de vítimas na Ásia; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

 

Um misterioso vírus responsável por provocar um surto de pneumonia colocou a China e os países asiáticos vizinhos em alerta. A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou que se trata de uma nova cepa de coronavírus que foi identificada na cidade de Wuhan, na província de Hubei, e que já se espalhou para outras partes da nação mais populosa do mundo. Pouco se sabe sobre o novo vírus e sua origem. No entanto, as autoridades chinesas constataram que a doença se transmite entre humanos, o que aumenta a preocupação de uma epidemia mundial.

 

O que é o novo coronavírus registrado na China?

A origem do chamado “novo coronavírus 2019” ou “2019-nCoV” ainda é desconhecida. A hipótese mais provável é de que a fonte primária do vírus seja animal e que tenha começado a circular em um mercado de frutos do mar em Wuhan. As autoridades, porém, não identificaram qual foi o suposto animal infectado ou como começou a transmissão.

Coronavírus são uma grande família de vírus da qual alguns são responsáveis por causar doenças em humanos. A maioria circula em animais como camelos, gatos e morcegos.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), os coronavírus animais raramente podem evoluir, infectar pessoas e se espalhar, como foi observado durante os surtos da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS, na sigla em inglês) e da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês).

A SARS também surgiu na China e deixou mais de 800 mortos no mundo entre 2002 e 2003.

O agravamento do surto no novo coronavírus fez a OMS anunciar a criação de um comitê de emergência para tratar do vírus.

 

Quais são os sintomas do novo vírus chinês?

O principal sintoma do novo coronavírus chinês é uma febre forte, que pode vir acompanhada de tosse, aperto no peito, falta de ar e dificuldade de respirar. Alguns pacientes examinados tinham líquido nos pulmões, caracterizando pneumonia viral.

 

Como o coronavírus é transmitido?

Vários pacientes internados em Wuhan frequentavam o mercado de frutos do mar da cidade chinesa, o que sugeriu inicialmente que a transmissão do novo coronavírus ocorresse dos animais para as pessoas. No entanto, cresceu significativamente nos últimos dias a quantidade de infectados que não tiveram nenhum tipo de contato com o mercado, indicando que a transmissão da doença possa se dar de pessoa para pessoa. O governo chinês confirmou a informação.

 

Quais países já registraram o novo coronavírus?

Além da China, Coreia do Sul, Tailândia e Japão registraram infecções pelo novo coronavírus até esta terça-feira, 21. Pelo menos meia dúzia de países da Ásia e três aeroportos dos Estados Unidos começaram a rastrear passageiros de companhias aéreas da China central.

 

Há casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil?

Não, mas o Ministério da Saúde publicou, em janeiro, um comunicado às vigilâncias sanitárias de portos e aeroportos brasileiros para que reforcem os cuidados e orientações aos viajantes por causa do 2019-nCoV.

Entre as medidas, estão ações básicas como lavar sempre as mãos, evitar locais com grandes aglomerações e sempre ficar atento a sintomas como febre, dores no corpo e problemas respiratórios.